ELASEEsportes

Venha para o voleibol da ELASE

O jogo parece simples: jogar uma bola de um lado para o outro, sobre uma rede, utilizando apenas as mãos. Mas, você sabia que a prática do voleibol, além de estabelecer uma relação com a qualidade de vida, a saúde e o bem-estar dos praticantes, contribui também nos âmbitos mentais e emocionais?

A prática deste esporte coletivo durante a infância ou adolescência é capaz de beneficiar tanto o desenvolvimento físico, quanto aspectos afetivos, sociais e cognitivos dos jovens. Em Florianópolis, a Escolinha de Voleibol da ELASE oferece cursos para associados e dependentes, entre 9 e 18 anos, com os professores Peter Gattaz e Marcelo Zenni.

Durante as aulas, os alunos podem acompanhar o treino de atletas, que representam o clube nos eventos do Estado. Em parceria com o Comitê Brasileiro de Clubes, a escolinha da ELASE trabalha a formação e o desenvolvimento de atletas para as modalidades olímpicas. O resultado deste trabalho de dedicação são, cada vez mais, alunos convocados para as seleções catarinenses e brasileiras.

Conheça, a seguir, os quatro benefícios da prática do vôlei.

Força e resistência

O vôlei trabalha todos os músculos do corpo. Melhora as funções cardiorrespiratórios e fortalece a massa muscular, tonificando e modelando o corpo.

Lazer e interação social

Durante as aulas, questões como respeitar os colegas, expressar sentimentos, ter autoconfiança e atitudes cooperativas e solidárias são desenvolvidas e aprimoradas com a convivência entre os jogadores.

Espírito de equipe

Praticado entre duas equipes, incentiva a cooperação em ritmo acelerado. Desenvolve ainda outras habilidades importantes para o dia a dia, como liderança, autoconfiança e motivação para o sucesso, e ensina a prática de lidar com ganhos e perdas.

Táticas e regras do jogo

Os jogadores devem sacar, passar, levantar, atacar e bloquear a bola. Assim, desenvolvem velocidade, coordenação, raciocínio, reflexos mais rápidos, pensamento lógico e equilíbrio.

Menos contato físico e menos risco de lesões

O vôlei foi criado quatro anos depois da febre do basquetebol, no século XIX, nos Estados Unidos. A ideia do americano William G. Morgan, diretor de educação física de uma associação em Massachusetts, era criar um jogo menos cansativo para os adultos e com pouco contato físico. Assim, em 1895, nasce o minonette, primeiro nome deste esporte.

No início, a rede utilizada era semelhante às redes de tênis e a primeira bola era muito pesada, feita de uma câmara de borracha coberta de couro ou lona de cor clara. Somente em 1900 o esporte conseguiu romper as fronteiras americanas, chegando ao Canadá e, posteriormente, a outros países.

O primeiro campeonato sul-americano foi realizado no Brasil, em 1951, no ginásio do Fluminense, no Rio de Janeiro. E o Brasil foi campeão, no masculino e feminino. Finalmente, em 1962, o vôlei é admitido como esporte olímpico.

Agende-se

Os cursos de Voleibol Escolinha são destinados a crianças e adolescentes, com idades entre 9 e 18 anos, e acontecem no Ginásio Telmo Thompson Flores da ELASE. O valor da mensalidade é R$ 64.

Voleibol escolinha

  • Misto

Segundas e quartas-feiras

9 a 14 anos – 10h30m às 11h30m

Terças e quintas-feiras

10 a 13 anos – 14h às 15h

  • Feminino

Terças e quintas-feiras

14 a 18 anos – 15h às 16h30m

  • Masculino

Terças e quintas-feiras

14 a 18 anos – 16h30m às 18h

Vôlei Master

  • Feminino

Terças e quintas-feiras

20h30m às 22h 

Como se prevenir contra o coronavírus durante as práticas esportivas na ELASE

  • Durante a pandemia, o registro digital estará indisponível.
  • É obrigatório o uso da carteira social.
  • É obrigatório o uso de máscaras nas instalações do clube, assim como higienizar as mãos com álcool gel 70%, na chegada e na saída.
  • Os frequentadores devem trazer uma garrafa de água, de uso individual, pois os bebedouros estão fechados.
  • Os aparelhos de ar-condicionado estão desligados e todas as janelas e portas das instalações devem ficar abertas para permitir a circulação do ar.
  • As recomendações completas para todas as atividades em funcionamento podem ser encontradas no Regimento Interno Provisório.