Santiago Ocampo Fernandez comemora legado e analisa trajetória de 25 anos na presidência da ELASE

Santiago Ocampo Fernandez comemora legado e analisa trajetória de 25 anos na presidência da ELASE

Presidente abre o último ano de mandato, que termina em abril de 2023 e prepara transição com a sensação de ter cumprido a missão.

“No que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feita, ou não faz”. A frase atribuída ao ex-piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, é um bom exemplo para destacar a relação entre ELASE e Santiago Ocampo Fernandez. O clube, que completa 45 anos em maio, tem o mesmo presidente desde setembro de 1997. A trajetória dos dois está entrelaçada, e isso os tornam importantes, um para o outro.

“A ELASE é um marco importante na minha vida, junto com minha família e meus amigos. O legado que deixamos nesses 25 anos vai permanecer aqui no clube. A semente que plantamos na ELASE serve de base à nossa comunidade, pois é fruto de muito carinho, dedicação e amor. E isso não tem preço”, afirma o presidente, de 73 anos de idade.

Ex-funcionário da Eletrosul, Santiago assumiu a presidência do clube com a missão de transformá-lo em referência de infraestrutura e gestão. Em 25 anos, a ELASE teve amplo crescimento social, esportivo e patrimonial, sendo um deles a compra total da Sede Praia, localizada na Barra da Lagoa. No período ainda foram realizadas grandes obras, como um ginásio, o complexo multiuso, o complexo de raquetes e a cobertura da piscina.

“Quando me tornei presidente, a ELASE estava em crise. Levamos três anos na recuperação e em 2000 iniciamos com os investimentos para dar ao clube uma outra roupagem, para que as pessoas pudessem chegar aqui e se orgulhar das instalações. Hoje é possível notar que essa missão foi alcançada”, diz Santiago.

O presidente deixa claro que não é “apenas o responsável por assinar os cheques”. Santiago tenta, ao máximo, estar presente no convívio dos oito mil associados da ELASE. Ele acompanha de perto a rotina diária do clube.

“Estou aqui diariamente, acompanhando os serviços, as obras e principalmente os esportes. Vou para a arquibancada ver os nossos atletas, mas também observo a parte de manutenção, desde a plantação de árvores, o cuidado com os jardins, com a pintura e, também, com a limpeza. Isso tudo é muito importante para mim. Enxergo como uma maneira de motivar o funcionário ou o atleta, pois hoje eles representam a minha família no dia a dia”, relata o presidente.

 

Projeto social como base para o futuro

A ELASE conta atualmente com 1,5 mil crianças, abaixo de 13 anos de idade, em suas atividades diárias. Um deles é o Portas Abertas, onde qualquer criança pode realizar até três modalidades esportivas diferentes, no período matutino (das 8h às 11h), de forma totalmente gratuita.

O clube ainda mantém convênios com a Prefeitura de Florianópolis e recebe 200 jovens e crianças, sem custo, de bairros como Pantanal, Serrinha, Córrego Grande, Saco do Limões e Costeira do Pirajubaé para a prática de esportes, entre eles xadrez, futebol, futebol de salão, vôlei e tênis. Santiago considera a inclusão social como um importante benefício para a formação do cidadão.

“Aqui na ELASE promovemos a inclusão social ao longo dos anos. A prática esportiva é uma forma que o clube tem de se inserir dentro da comunidade. O esporte é um aliado contra a criminalidade. Infelizmente, essa preocupação os nossos governantes não têm”, destaca o presidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.